Aneel propõe aumento de R$ 3,50 para R$ 5 na bandeira vermelha de energia

  • Por Jovem Pan
  • 24/10/2017 16h25 - Atualizado em 24/10/2017 17h18
Marcelo Camargo/Agência Brasil Marcelo Camargo/Agência Brasil A decisão ainda deve passar por uma audiência pública e pode sofrer alteração em uma votação, mas os novos valores passam a valer já em novembro

A bandeira tarifária vermelha terá um aumento de 42,8%, de R$ 3,50 para R$ 5 a cada 100 kWh consumidos. A elevação no valor do patamar 2 da cobrança foi aprovada nesta terça-feira (24) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A decisão ainda deve passar por uma audiência pública e pode sofrer alteração em uma votação, mas os novos valores passam a valer já em novembro.

O motivo para o aumento é o custo da geração de energia no Brasil, que tem sido maior devido à falta de chuvas, o que diminui consideravelmente o armazenamento de água nos reservatórios das hidrelétricas do País, gerando a necessidade do uso das termelétricas.

Apesar do aumento no valor do patamar 2 da bandeira vermelha, o de número 1 segue sendo R$ 3. Já a amarela, vai cair de R$ 2 para R$ 1 a cada 100 kWh utilizados.