Anvisa aceita prorrogar validade de testes para Covid-19 que iriam vencer neste mês, diz diretora

Pedido foi feito pelo Ministério da Saúde no dia 1º de dezembro; decisão acrescenta 4 meses no prazo

  • Por Jovem Pan
  • 09/12/2020 12h58 - Atualizado em 09/12/2020 13h06
Governo do Estado de São Paulo Profissional da saúde faz teste de Covid-19 Existem outros lotes com vencimentos previsto para os três primeiros meses do ano que vem

A diretora da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Cristiane Rose Jourdan Gomes, anunciou que a Anvisa aprovou a extensão do prazo de validade dos cerca de 7 milhões de testes RT-PCR para coronavírus que estavam armazenados em Guarulhos, em São Paulo. A declaração foi dada em sessão da Comissão Externa de Enfrentamento à Covid-19 nesta quarta-feira, 9. Entretanto, ela ressaltou que a decisão é excepcional e foi tomada com base em algumas premissas. O pedido foi feito pelo Ministério da Saúde no dia 1º de dezembro e se referiam a lotes adquiridos por importação em abril de 2020. A extensão vale por quatro meses, levando em conta a data de vencimento original dos teses. Sendo assim, os que tinham validade para dezembro podem ser utilizados até abril de 2021.

Existem outros lotes com vencimento previsto para os três primeiros meses do ano que vem. Segundo Cristiane, a autorização aconteceu por conta do cenário mundial da pandemia, que mostra um evidente recrudescimento dos casos, aumento de internações pela doença e pela importância de testar. Isso pode ter, como consequência, o aumento da demanda e a possibilidade de escassez e desabastecimento do produto. “A premissa mais importante é o apontamento da área técnica de monitoramento e transparência, como a avaliação dos lotes de produto pelo Instituto Nacional de Controle e Qualidade em Saúde”, disse. Também foi levado em conta o fato da empresa fabricante do kit, a coreana Seegene, ter certificado de boas praticas emitido pela Anvisa.