Anvisa aprova 1ª insulina inalável do Brasil; saiba como funciona

  • Por Jovem Pan
  • 03/06/2019 14h43
Divulgação/BiommApós a administração com um inalador, produto entra na corrente sanguínea em menos de um minuto

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a comercialização da primeira insulina inalável do Brasil. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (3) pelas fabricantes, a MannKind Corporation e a BIOMM SA. A venda está prevista para ter início no quarto trimestre deste ano.

Batizada de Afrezza, a insulina oral, segundo as informações divulgadas pelas empresas, tem “ação ultrarrápida” para a hora das refeições para melhorar o controle glicêmico de pacientes adultos com diabetes mellitus.

Essa é a primeira aprovação internacional da Afrezza. De acordo com Michael Castagna, CEO da MannKind Corporation, o mais importante é que “agora temos a oportunidade de oferecer uma nova terapia de insulina para as refeições para pacientes em um país com uma das mais altas prevalências de diabetes no mundo”.

Como funciona

A Afrezza é uma terapia de insulina de ação rápida inalada por via oral indicada para melhorar o controle glicêmico de pacientes adultos com diabetes mellitus. Ela é apresentada em um pó seco e administrada com um inalador.

“Administrada no início de uma refeição, dissolve-se rápida e profundamente no pulmão após a inalação, entrando rapidamente na corrente sanguínea (em menos de um minuto). O efeito da redução da glicose é alcançado dentro de minutos após a sua administração, e os dados clínicos da Afrezza indicam eficácia e segurança comprovadas no tratamento de diabetes de tipo 1 e de tipo 2”, diz o comunicado.

Atualmente, a diabetes mellitus afeta 425 milhões de adultos em todo o mundo, incluindo mais de 12 milhões no Brasil, de acordo com a Federação Internacional de Diabetes.