Anvisa aprova sistema que identifica Meningite e Encefalites em até uma hora

  • Por Jovem Pan
  • 15/01/2018 15h29
DivulgaçãoNos testes convencionais, o tempo para se obter um diagnóstico vai ser 4 a 21 dias

A Anvisa aprovou um sistema que identifica em até uma hora 14 tipos de agentes causadores da Meningite e Encefalites, sendo seis bactérias, sete vírus e um fungo, direto da amostra clínica de líquor (líquido cefalorraquidiano). Nos testes convencionais, o tempo para se obter um diagnóstico vai ser 4 a 21 dias.

“No caso das meningites virais, o diagnóstico padrão é por meio da identificação material genético do vírus na amostra de líquor pelo método de PCR. Os prazos dos resultados variam bastante entre os laboratórios, normalmente entre 1 a 4 dias. Esse prazo é similar ao do resultado final da cultura, referência nos casos de meningites bacterianas”, explicou o diretor operacional do Senne Liquor Diagnóstico de São Paulo, o médico Gustavo Bruneira.

O método, chamado FilmArray Meningitis/Encephalitis Panel, foi desenvolvido por uma plataforma da empresa Biofire.

De acordo com o médico especialista na área, todas as faixas etárias, dos recém-nascidos aos idosos, estão propensas a contrair meningite. O que muda é o agente etiológico mais frequente, de acordo com idade e status imunológico do paciente.

“O diagnóstico rápido e preciso é fundamental em todos os casos, uma vez que propicia o tratamento adequado. Especialmente nos casos de meningites virais, o diagnóstico rápido e preciso, aliado a outros parâmetros clínicos e laboratoriais, pode significar a não internação do paciente, evitando o uso empírico de antibióticos, o risco de infecção hospitalar, etc.”, contou Bruneira.

“De fato, o diagnóstico rápido e preciso traz benefícios sociais e econômicos importantíssimos ao paciente e ao sistema de saúde. No caso das meningites bacterianas mais frequentes, a vacinação é fundamental, enquanto que nas virais as medidas preventivas são basicamente higiene pessoal e de alimentos”, finalizou.