AO VIVO: Acompanhe o segundo dia de desfiles do Grupo Especial das Escolas de Samba do Rio de Janeiro

Seis escolas irão para a Sapucaí: Paraíso do Tuiuti, Portela, Mocidade Independente de Padre Miguel, Unidos da Tijuca, Grande Rio e Unidos de Vila Isabel

  • Por Jovem Pan
  • 23/04/2022 22h15 - Atualizado em 24/04/2022 06h14
LUCAS NEVES/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO Desfile da Portela fez homenagem à cultura negra Paraíso da Tuiuti abriu segundo dia de desfiles

06h15 – Finalizamos a cobertura ao vivo do Carnaval 2022 no Rio de Janeiro

Encerramos por aqui a cobertura ao vivo dos desfiles das escolas de samba do Carnaval 2022 no Rio de Janeiro. Agradecemos a companhia!


06h10 – Veja imagens do desfile da Vila Isabel, que encerrou o Carnaval 2022

Martinho da Vila surgiu para ser 'coroado' no começo do desfile e voltou no final a pé, ao lado dos outros integrantes

Martinho da Vila surgiu para ser ‘coroado’ no começo do desfile e voltou no final a pé, ao lado dos outros integrantes – Foto: THIAGO RIBEIRO/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Integrante da bateria da Vila Isabel sorri ao mostrar tamborim com a imagem de Martinho da Vila, homenageado no desfile da escola em 2022

Integrante da bateria da Vila Isabel sorri ao mostrar tamborim com a imagem de Martinho da Vila, homenageado no desfile da escola em 2022 – Foto: THIAGO RIBEIRO/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Carro alegórico mostra Martinho da Vila como rei sendo coroado

Carro alegórico mostra Martinho da Vila como rei sendo coroado – Foto: THIAGO RIBEIRO/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Sabrina Sato, rainha de bateria da Vila Isabel

Sabrina Sato desfilou no mesmo dia como rainha de bateria da Gaviões em São Paulo e da Vila Isabel no Rio de Janeiro – Foto: THIAGO RIBEIRO/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Casal de mestre-sala e porta-bandeira da Vila Isabel

Casal de mestre-sala e porta-bandeira da Vila Isabel – Foto: DHAVID NORMANDO /FUTURA PRESS / FUTURA PRESS / ESTADÃO CONTEÚDO

Ala da Vila Isabel

Ala da Vila Isabel – Foto: DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Comissão de frente da Vila Isabel teve guerreiros africanos pintados de azul

Comissão de frente da Vila Isabel teve guerreiros africanos pintados de azul – Foto: DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Carro alegórico da Vila Isabel

Carro alegórico da Vila Isabel – Foto: DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Carro alegórico da Vila Isabel traz personagem lendo livro

Carro alegórico da Vila Isabel traz personagem lendo livro – Foto: DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Integrantes de ala da Vila Isabel usam fantasia com imagem de Machado de Assis

Homenageado em música de Martinho da Vila, Machado de Assis também foi relembrado – Foto: DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Integrantes da bateria da Vila Isabel

Integrantes da bateria da Vila Isabel – Foto: THIAGO RIBEIRO/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO


05h55 – Vila Isabel finaliza desfile. Carnaval está encerrado.

A Vila Isabel encerrou o desfile dentro do tempo esperado, de 68 minutos. Agora, esperamos pela apuração para saber quem levou o título e pelo desfile das campeãs.


05h40 – Confira imagens do desfile da Grande Rio

Carro alegórico da Grande Rio, que desfilou com Exu como enredo

Carro alegórico da Grande Rio, que desfilou com Exu como enredo – Foto: THIAGO RIBEIRO/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Ala da Grande Rio em desfile do Carnaval 2022

Ala da Grande Rio em desfile do Carnaval 2022 – Foto: CELSO PUPO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Ala da Grande Rio em desfile do Carnaval 2022

Ala da Grande Rio em desfile do Carnaval 2022 – Foto: CELSO PUPO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Paolla Oliveira, rainha de bateria da Grande Rio

Paolla Oliveira, rainha de bateria da Grande Rio – Foto: THIAGO RIBEIRO/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Casal de mestre-sala e porta-bandeira da Grande Rio

Casal de mestre-sala e porta-bandeira da Grande Rio – Foto:

Comissão de frente da Grande Rio trouxe Exu 'no topo do mundo'

Comissão de frente da Grande Rio trouxe Exu ‘no topo do mundo’ – Foto: DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Comissão de frente da Grande Rio teve apresentação na qual Exu começa mal e supera problemas

Comissão de frente da Grande Rio teve apresentação na qual Exu começa mal e supera problemas – Foto: LUIZ GOMES/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO


05h30 – No fim do dia, público empolga ao celebrar Martinho da Vila

A homenagem da Vila Isabel a Martinho empolgou quem está na Sapucaí e não poderia ser diferente. A escola faz um desfile preciso, com beleza e sentimento, e o samba-enredo é cantado a plenos pulmões por integrantes na avenida e torcedores na arquibancada.


05h10 – O planejamento da Vila para homenagear Martinho

A Vila Isabel busca trazer uma homenagem abrangente a seu presidente de honra: aparecerão a infância de Martinho na roça, as viagens a Angola, o engajamento nas causas sociais, os sambas geniais e de sucesso, e os livros memoráveis. Não poderia ficar fora o jeito simples, boêmio e alegre do homenageado. O carnavalesco Edson Pereira se alegrou por poder assinar esse enredo com Martinho ainda vivo. Na comissão de frente, a escola mostrou guerreiros africanos que coroaram Martinho, surgido de dentro do tripé usado como elemento cênico.


04h50 – Vila Isabel começa último desfile da noite

A Vila Isabel começa a passagem do enredo “Canta, Canta Minha Gente. A Vila é Martinho”, que homenageia o nome mais famoso da escola.


04h35 – Grande Rio encerra dentro do tempo

Sem sustos, a Grande Rio fechou o desfile em 68 minutos, dentro do esperado e confirmou que é forte candidata ao título. A Unidos de Vila Isabel encerrará os desfiles a seguir.


04h25 – Veja as fotos do desfile da Unidos da Tijuca

Comissão de frente da Unidos da Tijuca demonstrou início da lenda do guaraná

Comissão de frente da Unidos da Tijuca demonstrou início da lenda do guaraná – Foto: DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Desfile da Unidos da Tijuca apostou bastante na varidade de cores, como este carro alegórico demonstra

Desfile da Unidos da Tijuca apostou bastante na varidade de cores, como este carro alegórico demonstra – Foto: DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da Unidos da Tijuca usou roupas vermelhas, bastante diferentes do azul e amarelo da escola

Primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da Unidos da Tijuca usou roupas vermelhas, bastante diferentes do azul e amarelo da escola – Foto: DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Integrante da Unidos da Tijuca montado em onça de carro alegórico

Integrante da Unidos da Tijuca montado em onça de carro alegórico – Foto: DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Integrante da Unidos da Tijuca

Integrante da Unidos da Tijuca – Foto: CELSO PUPO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Carro abre-alas da Unidos da Tijuca, já com as cores do desfile

Carro abre-alas da Unidos da Tijuca, já com as cores do desfile – Foto: THIAGO RIBEIRO/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Ala da Unidos da Tijuca

Ala da Unidos da Tijuca – Foto: THIAGO RIBEIRO/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Integrante de ala da Unidos da Tijuca no Carnaval 2022

Integrante de ala da Unidos da Tijuca no Carnaval 2022 – Foto: CELSO PUPO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Carro alegórico da Unidos da Tijuca

Carro alegórico da Unidos da Tijuca – Foto: CELSO PUPO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO


04h15 – Grande Rio faz espetáculo incrível

Com ótimo samba-enredo e belos carros, a Grande Rio vem fazendo um desfile de altíssimo nível. O samba-enredo anima e caiu no gosto da escola, que impressiona ao cantar nas paradinhas da bateria. Se não houver nenhum imprevisto, a Grande Rio pode brigar por título.


04h – Grande Rio canta e desfaz concepções erradas sobre Exu

O enredo da Grande Rio é sobre Exu, orixá muitas vezes associado erroneamente com o diabo da cosmologia cristã, por ser uma divindade provocadora, brincalhona e sensual na mitologia iorubá. A escola pretende mostrar que Exu está ligado à transformação e atua como mensageiro entre homens e o mundo espiritual. Serão reverenciadas figuras como Bispo do Rosário, Estamira e Stela do Patrocínio, que viviam à margem da sociedade e que transformaram lixo em arte e num modo de sobrevivência.


03h35 – Grande Rio vem para a avenida

A Grande Rio é a quinta escola a desfilar neste segundo dia. O enredo da escola é “Fala, Majeté! Sete chaves de Exu”, sobre o orixá que muitas vezes é erroneamente associado à figura do diabo na cosmologia cristã.


03h25 – Tijuca encerra o desfile dentro do tempo

Com um desfile luxuoso em cores, a Tijuca encerrou sua passagem com 68 minutos, dentro do tempo permitido. A penúltima escola da noite será a Grande Rio.


03h20 – Veja as imagens do desfile da Mocidade Independente de Padre Miguel

Ala da Mocidade Independente de Padre Miguel, que homenageou o orixá Oxóssi

Ala da Mocidade Independente de Padre Miguel, que homenageou o orixá Oxóssi – Foto: LUIZ GOMES/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Carro alegórico de elefante, que trouxe problemas para a Mocidade de Padre Miguel

Carro alegórico de elefante, que trouxe problemas para a Mocidade de Padre Miguel – Foto: LUIZ GOMES/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Ala e carro alegórico da Mocidade de Padre Miguel

Ala e carro alegórico da Mocidade de Padre Miguel – Foto: WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO

Ala da Mocidade de Padre Miguel

Ala da Mocidade de Padre Miguel – Foto: LUIZ GOMES/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Integrantes da bateria da Mocidade de Padre Miguel rasparam a cabeça em homenagem a Oxóssi, incluindo a rainha de bateria Giovana Angélica

Integrantes da bateria da Mocidade de Padre Miguel rasparam a cabeça em homenagem a Oxóssi, incluindo a rainha de bateria Giovana Angélica. Foto: DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Comissão de frente da Mocidade de Padre Miguel

Comissão de frente da Mocidade de Padre Miguel – Foto: DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Carro da Mocidade de Padre Miguel

Carro da Mocidade de Padre Miguel – Foto: THIAGO RIBEIRO/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO


03h05 – Mais uma escola que deixa buracos na avenida

Assim como a Portela e a Mocidade Independente de Padre Miguel, a Tijuca teve dificuldades para manobrar com um de seus carros alegóricos – no caso, o abre-alas, e acabou deixando um grande buraco entre alas. Ponto negativo em um desfile que impressiona pelas cores utilizadas em fantasias e nos próprios carros. O samba não empolgou muito.

 


02h55 – Tijuca destaca equilíbrio entre o bem e o mal na Comissão de Frente

Na Comissão de Frente do desfile, a Tijuca usou muito um elemento cênico com as cores amarela e azul, símbolos da escola, para demonstrar o bem e o mal; um pêndulo no qual estava um personagem, alternava entre os dois lados para demonstrar o equilíbrio. A encenação trouxe o início da lenda do guaraná, quando uma índia engravidou e deu a luz a Kauê, que no futuro dará origem ao guaraná.


02h40 – Confira fotos do desfile da Portela

Mestre-sala e porta-bandeira da Portela

Mestre-sala e porta-bandeira da Portela – Foto: CRISTIANE MOTA/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Águia da Portela não poderia faltar e voou sobre divindades africanas

Águia da Portela não poderia faltar e voou sobre divindades africanas- Foto: CELSO PUPO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Alas da Portela na Sapucaí

Alas da Portela na Sapucaí – Foto: LUCAS NEVES/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO

Ala das baianas da Portela

Ala das baianas da Portela – Foto: LUCAS NEVES/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO

Carro alegórico da Portela

Carro alegórico da Portela – Foto: CELSO PUPO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes marca presença no desfile da Portela, da qual é torcedor

Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes marca presença no desfile da Portela, da qual é torcedor – Foto: ALEXANDRE BRUM/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO

Comissão de frente da Portela trouxe mitos relacionados ao Baobá

Comissão de frente da Portela trouxe mitos relacionados ao Baobá – Foto: ALEXANDRE BRUM/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO


02h25 – Desfile da Tijuca defenderá pautas indígenas

Ao trazer a lenda do Guaraná para a avenida, a Tijuca também trará um componente político: defenderá a autonomia dos índios como donos de suas terras, e fará um alerta de que a natureza precisa ser bem cuidada para continuar se renovando e mantendo a força. O enredo também falará dos ciclos da vida, de resistência e descendência. A escola aposta em muitas cores. Serão 37 alas, cinco carros e dois tripés e 3.400 componentes. O carnavalesco prometeu um desfile alegre, com a visão de uma criança – o personagem principal será um garoto chamado “curumim Cauê”.


02h10 – Unidos da Tijuca começa a passar pela Sapucaí

A Unidos da Tijuca é a quarta escola a entrar na avenida para o segundo dia de desfiles. O enredo da escola é “Waranã – A Reexistência Vermelha”, sobre a lenda do guaraná.


01h55 – Mocidade encerra o desfile

Tentando lidar com os problemas de evolução, a Mocidade conseguiu encerrar com 68 minutos, dentro do tempo estipulado. A próxima será a Unidos da Tijuca.


01h25 – Mocidade também tem problemas com carros e clarão na avenida

A Mocidade teve problemas com os dois primeiros carros, que tiveram dificuldade para serem manobrados – no caso do segundo, um elefante, foi difícil colocar composições no veículo. Isso levou a dois clarões serem abertos na avenida, no setor 1. A escola, contudo, correu atrás do tempo perdido para fechar os espaços e demonstrou confiança ao falar com repórteres de que não causará perda de pontos na apuração.


01h10 – Mocidade honra orixá protetor da escola

Em mais um desfile no qual a escola valoriza a própria história, a Mocidade Independente de Padre Miguel homenageia Oxóssi, orixá da caça, das florestas, dos animais e do sustento. Oxóssi é o orixá protetor da Mocidade e o toque do seu atabaque originou a sonoridade da agremiação; a partir da história da divindade, a escola contará o surgimento da batida característica de sua bateria. Figuras históricas da escola também serão lembradas. O desfile contará com 31 alas, cinco carros e um tripé e 3.500 componentes. Os integrantes da bateria rasparam a cabeça em honra a Oxóssi, incluindo a rainha de bateria Giovana Angélica. O desfile contará com a presença de Carlinhos Brown (um dos compositores do samba-enredo) e de Pedro Scooby, ex-BBB que saiu da casa há poucos dias.


00h50 – Mocidade começa a desfilar

Mais uma escola tradicional vem para a Sapucaí, a Mocidade Independente de Padre Miguel. O enredo da escola será ‘Batuque ao Caçador’, em homenagem a Oxóssi, orixá protetor da Mocidade.


00h45 – Portela fecha participação dentro do tempo

A Portela encerrou o desfile com 68 minutos, dentro do tempo previsto. Vem aí mais uma escola tradicional, a Mocidade Independente de Padre Miguel.


00h25 – Desfile da Portela tem problemas em carros alegóricos

Se a bateria foi das mais animadas no Rio até o momento, o desfile da Portela também teve que lidar com problemas: um carro teve um detalhe com a decoração de um globo de isopor rompida; outra alegoria emperrou e travou na avenida em alguns momentos, atrapalhando a evolução, o que levou à formação de buracos entre alas. A escola tentou recuperar e evitar que os espaços aparecessem em frente aos jurados.


00h10 – Imponente águia da Portela ‘voa’ sobre a Sapucaí

A tradicional águia da Portela não poderia deixar de aparecer: em um dos primeiros carros da escola, o ave símbolo veio com os movimentos de voo e os sons, e com a cor predominantemente branca, mas marcas azuis nas asas. A intenção era demonstrar o animal voando sobre e em comunhão com os deuses africanos representados pelos destaques logo abaixo.

 


23h55 – Confira fotos do desfile da Paraíso do Tuiuti

Mestre-sala beija mão da porta-bandeira durante desfile da Paraíso do Tuiuti

Mestre-sala beija mão da porta-bandeira durante desfile da Paraíso do Tuiuti – Foto: PETER ILICCIEV/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO

Carro alegórico da Tuiuti mostra orixá libertando escravos

Carro alegórico da Tuiuti mostra orixá libertando escravizados – Foto: ALEXANDRE BRUM/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO

Carro alegórico da Tuiuti mostra orixá libertando escravos

Carro alegórico da Tuiuti mostra orixá libertando escravizados – Foto: ALEXANDRE BRUM/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO

Ala de integrantes da Portela vestidos como orixás guerreiros

Ala de integrantes da Portela vestidos como orixás guerreiros – Foto: WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO

Ala de integrantes da Portela vestidos como orixás guerreiros

Ala de integrantes da Portela vestidos como orixás guerreiros – Foto: REGINALDO PIMENTA/AGÊNCIA O DIA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Tuiuti fez homenagem às contribuições do povo negro

Tuiuti fez homenagem às contribuições do povo negro – Foto: WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO

Paraíso do Tuiuti trouxe Panteras Negras e Wakanda para a Sapucaí

Paraíso do Tuiuti trouxe Panteras Negras e Wakanda para a Sapucaí – Foto: LUCAS NEVES/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO

Desfile da Tuiuti fez homenagem à cultura negra

Desfile da Tuiuti fez homenagem à cultura negra – Foto: LUCAS NEVES/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO


23h40 – Entenda o enredo da Portela

A Portela vem com o enredo “Igi Osé Baobá”, sobre a espécie de árvore de tronco grosso e galhos finos, originária da África. A escola pretende traçar um histórico entre a planta, muito importante em diversas religiões do continente africano tanto por questões espirituais quanto materiais, e as origens da própria Portela, com homenagens a figuras históricas. Um dos homenageados será Monarco, cantor, compositor e presidente de honra da Portela, que morreu em 2021 por complicações de uma cirurgia no intestino. Serão 23 alas, cinco carros e um tripé e 3 mil componentes.


23h25 – Portela começa a desfilar

Segunda escola da noite, a Portela inicia sua passagem pela Sapucaí. A escola de Madureira é a maior campeã do Carnaval do Rio de Janeiro com 22 títulos e vem com o enredo “Igi Osé Baobá”, sobre a espécie de árvore nativa do continente africano.


23h15 – Tuiuti estoura o tempo em dois minutos

Apesar de belos carros, como um que representou o país fictício de Wakanda, do Universo Marvel, a Tuiuti acabou estourando o tempo máximo de 70 minutos. Apesar de acelerar no fim (o que prejudica evolução e harmonia), a escola foi dois minutos além do permitido e o último carro ainda travou por uns segundos na dispersão. A escola perde dois décimos por causa do estouro.


23h – Samba-enredo e harmonia da Tuiuti se destacam, mas carro alegórico dá problema

O samba-enredo da Tuiuti pegou e a escola cantou a plenos pulmões na avenida e na arquibancada; a harmonia, com diversas alas bastante coordenadas trazendo mais de um tipo de fantasia, também chamaram a atenção. Contudo, um carro alegórico que representava engenheiros negros da Nasa teve problemas técnicos, e precisou ser empurrado às pressas para não deixar um buraco na escola.


22h45 – A rivalidade criada pela internet entre rainha e princesa de bateria da Tuiuti

Antes do carnaval, uma polêmica atingiu a Paraíso do Tuiuti em cheio: o debate sobre quem paga para desfilar como rainha de bateria. A dentista Thay Magalhães ocupa o posto após pagar por ele, mas um vídeo da princesa de bateria Mayara Lima sambando com grande habilidade viralizou. Mayara é cria da Tuiuti desde criança, o que levou a críticas sobre dar o cargo de rainha a quem não é da comunidade. As duas garantem que não veem a rivalidade criada pelos internautas, e que uma ajuda a outra; até o momento, Thay fez aulas de samba e não comprometeu à frente da bateria até o momento, mas também não brilhou.


22h30 – Saiba mais sobre o desfile da Paraíso do Tuiuti

A Paraíso do Tuiuti vem com o enredo “Ka Ríba Tí Ÿe – Que Nossos Caminhos se Abram”, para celebrar o povo negro e suas contribuições para o mundo ao longo da história. Personagens como Nelson Mandela e Barack Obama serão relembrados, e o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira veio fantasiado de Zumbi e Dandara, líderes do quilombo dos Palmares. Também serão vistos referências às religiões africanas e ao afrofuturismo, movimento literário que pensa o futuro a partir de uma perspectiva racial. No total, serão 27 alas, cinco carros alegóricos e um elemento cênico e 3200 componentes. Paulo Barros, um dos maiores nomes do carnaval carioca, assina o desfile.


22h15 – Começa a segunda noite de desfiles no Carnaval do Rio de Janeiro em 2022

Boa noite, caro espectador! A segunda noite de desfiles na Sapucaí já começou, com a Paraíso do Tuiuti na avenida. A noite ainda terá Portela, Mocidade Independente de Padre Miguel, Unidos da Tijuca, Grande Rio e Unidos de Vila Isabel. Você acompanha tudo conosco!