Apoiadores de Bolsonaro arrecadam R$ 1,3 milhão para a Santa Casa de Juiz de Fora

  • Por Jovem Pan
  • 10/12/2018 19h03 - Atualizado em 10/12/2018 19h04
FÁBIO MOTTA/ESTADÃO CONTEÚDO Bolsonaro foi encaminhado ao hospital após levar facada em ato pelas ruas da cidade

Apoiadores do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) organizaram uma campanha de arrecadação de fundos para a Santa Casa de Juiz de Fora, instituição mineira em que o então candidato da corrida presidencial foi tratado após levar uma facada em ato na cidade. Nesta segunda-feira (10), o hospital divulgou o balanço final da mobilização: 54.905 pessoas participaram e conseguiram levantar R$ 1.306.269,00.

O número foi revelado por Renato Villela Loures, presidente do estabelecimento, em coletiva de imprensa. De acordo com ele, a campanha foi organizada nas redes sociais, de maneira voluntária e espontânea, pelos eleitores que espalharam a ideia compartilhando em suas próprias páginas um número de conta bancária para doações. O dinheiro será usado integralmente na construção de um novo CTI (Centro de Terapia Intensiva).

A “vaquinha” surgiu quando o próprio Bolsonaro tentou doar sobras de sua campanha para a Santa Casa, mas foi impedido por conta da legislação eleitoral.

O então candidato foi esfaqueado em um atentado no dia 6 de setembro e imediatamente levado ao hospital. Ali, realizou a primeira cirurgia e, no dia seguinte, foi transferido para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo.