Apoiadores de Bolsonaro se arrependerão ‘amargamente’ de votar em Maia e Renan, diz Janaína

  • Por Jovem Pan
  • 31/01/2019 13h05
Pedro França/Agência Senado"O arrependimento virá rápido!", escreveu no Twitter

A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP), que tem planos de assumir a presidência da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) este ano, fez uma crítica ao apoio dado a Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Renan Calheiros (MDB-AL) na disputa pela Presidência da Câmara e do Senado, respectivamente.

“Sei que muitos entendem que eu deveria ficar calada. Eu tento (Rs). Mas para não correr o risco de me omitir, vou escrever o que venho falando reservadamente: Os apoiadores do novo governo vão se arrepender AMARGAMENTE de votar em Maia e em Renan! O arrependimento virá rápido!”, escreveu no Twitter.

As críticas a Maia ocorrem a despeito de seu próprio partido, o PSL, ter fechado apoio à sua reeleição este ano. No Senado, a legenda do presidente Jair Bolsonaro tem candidato próprio, Major Olímpio (SP), mas participa das articulações para chegar a um candidato “anti-Renan”.

Janaína Paschoal ficou conhecida como uma das autoras do pedido de impeachment da então presidente Dilma Rousseff e chegou a ser cortejada para compor a chapa de Bolsonaro na corrida presidencial.

Candidata à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), recebeu a maior votação para um deputado na história do País: 2,06 milhões de votos. Como muitos de seus correligionários, a professora licenciada de Direito da Faculdade de Direito da USP fez campanha contra a chamada “velha política” e pela renovação dos quadros partidários.

*Com Estadão Conteúdo