Após acareação de Youseff e Costa, deputado pede convocação de Lula em CPI da Petrobras

  • Por Jovem Pan
  • 25/08/2015 21h41
Deputado Onyx Lorenzoni diz que o ex-presidente Lula precisa prestar depoimento na CPI da Petrobras

Após acareação entre os delatores da Lava Jato Alberto Youssef e Paulo Roberto Costa nesta terça-feira (25), o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) conversou com a repórter Izilda Alves, da Rádio Jovem Pan e pediu a convocação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na CPI da Petrobras. Segundo ele, o político do PT é o “pai do Petrolão”, e tanto Lula quanto Dilma Rousseff tinham conhecimento das operações ilícitas que ocorriam na estatal.

O deputado elogiou a acareação, especialmente pela autorização de depoimento de Youssef, que possui habeas corpus, e afirmou que pela primeira vez os delatores fizeram referência ao quanto o governo sabia do esquema de corrupção na Petrobras.

“Eles citaram que no fim do governo Lula e no início da gestão de Dilma três ministros – Antônio Palocci, Lobão e Paulo Bernardo – solicitaram, direta ou indiretamente R$ 5 milhões. Eu questionei e eles confirmaram em seus depoimentos que o valor chegou ao destino por caixa dois”, revelou o deputado.

Um dos membros da comissão de inquérito da estatal, Lorenzoni destacou que com estes depoimentos a CPI “começa a apontar e chegar mais perto da cadeia de corrupção”.

O deputado reforçou ainda o pedido de convocação de Lula à CPI da Petrobras, e explicou que basta uma votação para que isso ocorra. “Eu fiz o requerimento para que o presidente debate a questão, e assim poderemos saber quem quer seguir com a investigação”, apontou.

“Lula tem que vir para a CPI sim, porque o povo brasileiro quer saber até onde foram as ações do ex-presidente. Lula não é intocável, é cidadão comum”, disse.

Envolvido nos estudos das documentações, o deputado garantiu que fica cada vez mais claro que o PT foi barriga de aluguel, e destaca: “Paulo Roberto Costa é cria de Lula, o PT não tinha ouvido falar dele”.