Após duas décadas, Rio registra primeira morte por sarampo

  • Por Jovem Pan
  • 14/02/2020 10h14
GESPRio terá 'Dia D' contra o sarampo neste sábado

Um bebê de oito meses foi primeira vítima do sarampo no Rio de Janeiro após duas décadas. Gabriel Davi morreu no último dia 6 de janeiro. Após exames, a Secretaria de Estado de Saúde confirmou a doença.

Segundo o órgão, somente em 2020, Estado já registrou 189 casos da doença, concentrados principalmente na Baixada Fluminense. Em 2019, foram 333 registros, e em 2018, 20.

A Secretaria fez um apelo para que a população se vacine. Neste sábado, 15, acontece o ‘Dia D’ da campanha de vacinação, com mais de 350 postos de saúde realizando a imunização. Pessoas entre seis meses e 59 anos podem comparecer aos postos para verificar no histórico de vacinas se há a necessidade de uma nova dose.

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta sexta-feira, o secretário Edmar Santos afirmou que o resultado da vacinação está muito aquém do esperado no Estado. Ele alertou que o Estado pode viver um surto da doença em 2020, chegando a 10 mil casos.

* Com Agência Brasil