Após Feliciano, PT pretende voltar à Comissão de Direitos Humanos

  • Por Jovem Pan
  • 19/01/2014 08h42

O mandato do deputado Marco Feliciano (PSC) à frente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias foi encerrado no ano passado em meio a uma série de polêmicas. Agora, para evitar mais confusões, o PT anunciou que pretende retomar o comando do órgão. 

Em 2013, o Partido dos Trabalhadores, que tem prioridade na escolha, deixou a CDHM nas mãos do PSC ao escolher outras comissões. O indicado à presidência dela foi, então, o pastor – nomeação que motivou uma série de protestos dentro e fora da Câmara. 

A gestão de Feliciano foi tão conturbada que membros do PT e do PMDB se recusaram a participar da comissão e a deixaram. Os únicos que continuaram por lá foram os integrantes da bancada evangélica.