Após indiciamento por Brumadinho, Vale vai analisar inquérito

  • Por Jovem Pan
  • 20/09/2019 12h57
EFEBarragem do Córrego do Feijão se rompeu em 25 de janeiro

A Polícia Federal (PF) indiciou, na noite da quinta-feira (19), sete funcionários da mineradora Vale e seis membros da consultora TÜV SÜD pelos crimes de falsidade ideológica e uso de documentos falsos envolvendo a tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais. As duas empresas também foram indiciadas.

A Vale diz ter tomado conhecimento nesta sexta-feira (20) dos resultados do inquérito relativo ao rompimento da barragem do Córrego do Feijão. A mineradora informou que avaliará detalhadamente o conteúdo do resultado do inquérito antes de fazer qualquer manifestação e que a “empresa e seus executivos continuarão contribuindo com as autoridades e responderão às acusações no momento e ambiente oportunos”.

Até o fechamento deste texto, a reportagem não havia obtido um posicionamento da TÜV SÜD.

*Com Estadão Conteúdo