Após pouso de emergência em Confins, pane de avião é investigada

  • Por Jovem Pan
  • 21/12/2018 15h12
Moisés Silva/Estadão ConteúdoPouso de emergência causou atrasos em voos em Minas e São Paulo

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da Força Aérea Brasileira (FAB), já está investigando as causas da pane em um Boeing 777 da Latam que levaria 339 passageiros para Londres, no Reino Unido. A aeronave decolou de Guarulhos (SP), e teve que fazer pouso de emergência em Confins (MG), na de quinta-feira (20).

Por meio de nota, o Cenipa informou que uma equipe de investigadores esteve no local para uma “ação inicial da ocorrência” envolvendo o avião que, além dos passageiros, estava também com 16 tripulantes a bordo e teve pneus danificados. A pista da base de Confins foi interditada à 1h43 e só foi liberada totalmente 21 horas depois.

“A ação inicial é o começo do processo de investigação e consiste no levantamento de dados e evidências: investigadores fotografam cenas, retiram partes da aeronave para análise, ouvem relatos de testemunhas e reúnem documentos. Os dados também estão sendo colhidos para classificar a ocorrência aeronáutica”, informou.

Segundo o órgão investigativo, “a conclusão de qualquer investigação conduzida pelo Cenipa terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade do acidente”. E acrescentou que “o andamento da investigação poderá ser acompanhado no ‘Painel Sipaer’, na sua página na internet, e entrar na opção ‘buscar ocorrência'”.

*Com informações da Agência Brasil