Após quatro meses em queda, setor de serviços sobe 5% em junho

Na comparação com junho de 2019, houve redução de 12,1% — já descontado o efeito da inflação

  • Por Jovem Pan
  • 13/08/2020 09h53
ALEXANDRE PONTES/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOA receita bruta nominal do setor de serviços subiu 2,5% em junho ante maio

O volume de serviços prestados subiu 5,0% em junho ante maio, na série com ajuste sazonal, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços. Foi o que informou nesta quinta-feira (13) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No mês anterior, o resultado do indicador foi revisto de uma queda de 0,9% para recuo de 0,5%. O resultado de junho ficou acima da mediana de alta de 4,35% das estimativas. O intervalo ia de 2,34% e 15,90%.

Na comparação com junho do ano anterior, houve redução de 12,1% — já descontado o efeito da inflação. Neste caso, o dado ficou menos negativo que o recuo de 12,35% da mediana das expectativas — de retração de 14,30% a 3,60%. A taxa acumulada no ano foi de redução de 8,3%. Em 12 meses, os serviços acumulam queda de 3,3%. A receita bruta nominal do setor de serviços subiu 2,5% em junho ante maio. Na comparação com junho de 2019, houve recuo de 12,1% na receita nominal.

*Com informações do Estadão Conteúdo