Após repercussão negativa nas redes, Moro decide afastar Ilona Szabó

  • Por Jovem Pan
  • 28/02/2019 18h24 - Atualizado em 28/02/2019 18h34
Divulgação/Instituto Igarapé Indicação de cientista política causou repercussão negativa

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afastará ainda nesta quinta-feira (28) a cientista política Ilona Szabó da suplência do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária. A informação, exclusiva, foi revelada pela jornalista Vera Magalhães, durante o programa “3 em 1”, da Jovem Pan. A nomeação foi feita na quarta (27). Ilona é abertamente a favor da política desarmamentista, ao contrário da base governista.

A indicação não foi bem vista pelo público nas redes sociais e por aliados de Bolsonaro. Com isso, segundo Vera, “Moro sofreu muita pressão, pressão interna, do próximo presidente da República [Jair Bolsonaro]”. O cargo não é remunerado e não tem poder deliberativo. “É impressionante um ministro que deveria ser um dos mais cacifados do governo sofrer esse tipo de pressão histérica das redes sociais e tenha de recuar em algo que é bobagem.”