“Aprendi a confiar em seus ideais de vida”, diz Marina Silva sobre Eduardo Campos

  • Por Jovem Pan
  • 13/08/2014 17h19
BRASÍLIA, DF - 14.04.2014: CANDIDATURA/EDUARDO CAMPOS - - O pré-candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, e a vice Marina Silva, durante lançamento da chapa para a disputa da Presidência da República, em evento realizado no Hotel Nacional, em Brasília (DF), nesta segunda-feira (14). (Foto:Sérgio Lima/Folhapress)Marina Silva e Eduardo Campos

Marina Silva falou sobre a morte de Eduardo Campos, de quem era vice na chapa do PSB à Presidência. Em sua chegada a Santos, local do acidente de avião que vitimou Campos na tarde desta quarta, Marina estava visivelmente entristecida, com a aparência abatida e os olhos marejados. Ela esperaria o companheiro político na cidade litorânea paulista e havia sido convidada a embarcar com Campos no avião que vinha do Rio de Janeiro, mas preferiu seguir de carro para São Paulo, onde gravava mensagem televisiva.

Abalada pela notícia, Marina se reservou a lamentar a morte de Campos, desejar consolo aos familiares e relembrar a amizade entre eles e a campanha dos últimos dez meses, desde quando anunciaram a união. Confira abaixo o que falou Marina Silva:

“Quero pedir a Deus que sustente à Renata, ao Zé, ao João, à Duda, ao Pedro, ao pequenino Miguel e a todos os familiares dos companheiros de Eduardo Campos.

Essa é, sem sombra de dúvidas, uma tragédia. Tragédia que nos impõe luto e profunda tristeza, que eu sei que os brasileiros todos igualmente estão compartilhando com cada um de nós aqui, principalmente com sua família, com seus amigos e conosco.

Durante esses 10 meses de convivência aprendi a respeitá-lo, admirá-lo e a confiar em suas atitudes e em seus ideais de vida.

Foram 10 meses de intensa convivência, em que começamos a afiar juntos a esperança de um mundo melhor, um mundo mais justo. Eduardo estava empenhado com esse ideias até os últimos segundos de vida.

A imagem que eu quero guardar dele é da nossa despedida de ontem (terça, 12), cheio de alegria, cheio de sonhos, cheio de compromissos.

É com esse espírito que eu peço que Deus possa sustentar sua família, consolar sua família e também a todos nós”.