Assembleia Legislativa do Rio abre processo de impeachment de Pezão

  • Por Jovem Pan
  • 04/12/2018 19h50 - Atualizado em 04/12/2018 19h54
Wilton Júnior/Estadão ConteúdoPezão foi preso no dia 29, no âmbito da Operação Lava Jato

O processo de impeachment contra o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (MDB), foi aberto na tarde desta terça-feira (4), pela mesa diretora da  Assembleia Legislativa. Foram seis votos a favor e um contra a ação, que acata recurso do Tribunal de Justiça fluminense. Pezão está preso desde quinta-feira (29).

O recurso judicial pedia andamento ao pedido de processo de impeachment movido pelo PSOL em fevereiro de 2017. Na época, a ação foi engavetada pelo presidente afastado da Casa, Jorge Picciani (MDB), hoje em prisão domiciliar. O caso pode ser arquivado de novo, já que deputados entram em recesso no dia 20 de dezembro. Como em janeiro um novo governador, Wilson Witzel (PSC), assumirá o cargo, a ação perderá seu “objeto”.

Crimes

Pezão foi preso no âmbito da Operação Lava Jato, acusado de receber R$ 39 milhões em propina. Ele também é acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de ter dado continuidade ao esquema de desvio de dinheiro público liderado pelo ex-governador do Rio, Sérgio Cabral Filho (MDB), que também está preso. Pezão nega.

*Com informações do Estadão Conteúdo