Manifestantes fazem carreatas em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro

Atos tiveram críticas a Rodrigo Maia e pedidos por fim do isolamento social

  • Por Jovem Pan
  • 26/04/2020 15h16
WAGNER PIRES/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Brasília recebeu apoiadores de Bolsonaro que reforçaram apoio ao presidente

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro se reuniram na Esplanada dos Ministérios, neste domingo (26), para protestar em favor do governo e criticar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Na pauta também estavam pedidos pelo fim do isolamento social, estipulado para tentar conter a pandemia do novo coronavírus.

Houve, como nas últimas semanas, carreatas pelas ruas do centro de Brasília. Estimativa dos organizadores aponta que 3 mil veículos e 10 mil pessoas participaram do ato.

Houve carro de som para reproduzir discursos de Bolsonaro e palavras de repúdio a Maia e Davi Alcolumbre, presidente do Senado. O ex-ministro Sergio Moro, que deixou o governo na última sexta-feira, também foi alvo de parte dos presentes.

São Paulo

Em São Paulo, mais uma vez houve carreata de manifestantes contrários ao isolamento social, com críticas à condução do governador João Doria diante da crise. Com buzinaço, os carros subiram a avenida Brigadeiro Luiz Antônio até a Consolação, passando pela Avenida Paulista.

Com bandeiras do Brasil presas aos veículos, foram emitidas palavras de protesto contra a manutenção da quarentena. Muitos caminhoneiros também estiveram presentes.

Rio de Janeiro 

Um grupo de dezenas de apoiadores de Bolsonaro foi até porta do prédio em que mora o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para protestas. O deputado, no entanto, está em Brasília. Wilson Witzel, o governador do RJ, também foi alvo.

No Twitter, bolsonaristas que estavam na orla nesta manhã publicaram mensagens com as hashtags #ForaMaia e #ForaWitzel. Os manifestantes criticam as medidas de isolamento social impostas durante a pandemia do coronavírus.