Auditor do TCU morre afogado após mergulho no Lago Paranoá (DF)

  • Por Jovem Pan
  • 22/01/2017 14h12
Auditor do TCU morre afogado após mergulho no Lago Paranoá (DF)

O auditor do Tribunal de Contas da União Geraldo Torres Filho morreu afogado na manhã deste sábado (21) após praticar um mergulho no lago Paranoá. Socorristas do Corpo de Bombeiros tentaram reanimá-lo, mas sem sucesso.

Segundo mergulhadores no local, o auditor foi visto boiando por volta das 10h50. Ainda não é possível saber as causas do acidente.

De acordo com o delegado plantonista Rodrigo Carbone, da 6ª Delegacia de Polícia de Paranoá, um laudo deve sair em até 30 dias para atestar a causa da morte.

Geraldo Torres Filho estava com quatro cilindros de oxigênio. Estes, assim como todo o material de mergulho utilizado pelo auditor foram apreendidos pela polícia.

Ele era mergulhador desde 2003e casado.