Avenida Paulista terá fogos de artifício sem som na virada do ano

  • Por Jovem Pan
  • 05/12/2018 09h53
FolhapressApesar da lei que veta fogos que façam barulho ter sido aprovada pela Câmara Municipal de São Paulo, o Tribunal de Justiça barrou decisão acatando Ação Direta de Inconstitucionalidade

O prefeito Bruno Covas, do PSDB, garantiu nesta terça-feira (4) que o tradicional réveillon na Avenida Paulista deste ano não utilizará fogos de artifício que façam barulho. O show será apenas visual, em concordância com a Lei Municipal 16.897/18, que foi aprovada pela Câmara Municipal de São Paulo neste ano.

A decisão do prefeito paulistano de mudar os tipos de fogos atende a pedidos de simpáticos aos direitos dos animais, que apontam aumento no estresse especialmente em cães.

Apesar da aprovação, a Lei ainda não está valendo, porque o Sindicato das Indústrias de Explosivos do Estado de Minas entrou com Ação Direta de Inconstitucionalidade contra a prefeitura, alegando que a nova lei não poderia passar por cima das regulamentações estaduais e federais sobre o tema.

O Tribunal de Justiça acatou o pedido do sindicato e, às vésperas da Copa do Mundo, em junho, anulou a validade da lei.

Sobre a festa na Avenida Paulista, Covas não deu mais informações. Não se sabe, por exemplo, quanto deve custar a mudança. Também não há programação oficial para os shows que devem acontecer na avenida, que é um dos cartões postais da cidade.

*com informações de Estadão Conteúdo