Avianca cancela mais de 170 voos; 19 deles sairiam neste sábado

  • Por Jovem Pan
  • 12/04/2019 20h18 - Atualizado em 12/04/2019 20h40
André Gustavo Stumpf/FlickrA Avianca informou, no site da companhia, que os clientes que tiverem seus voos cancelados podem solicitar o reembolso pelo site

A fim de minimizar o impacto na operação com a apreensão de diversas aeronaves, a companhia aérea Avianca Brasil informou, nesta sexta-feira (12), que foram cancelados mais de 170 voos até quarta-feira (17), 19 deles neste sábado (13). Com isso, a empresa deixará de vender passagens para diversas localidades. Dos voos cancelados, seis partem de Brasília, cinco de Congonhas e três de Guarulhos, ambos em São Paulo.

A Avianca informou, no site da companhia, que os clientes que tiverem seus voos cancelados podem solicitar o reembolso pelo site. Saiba quais os destinos cancelados aqui.

Nesta sexta-feira, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) determinou o cancelamento de matrícula de dez aviões da empresa, atendendo a uma decisão judicial.

“Além de dar cumprimento à decisão, a Anac mantém a fiscalização da atuação da empresa diante dos passageiros e segue acompanhando a execução das ações para a readequação da malha aérea e a manutenção da segurança das operações, além de determinar a interrupção das vendas dos voos impactados”, informou a agência reguladora.

A Anac disse, também, que está em contato com a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) e outros órgãos do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor (SNDC) e recomenda que os passageiros fiquem atentos aos comunicados que a Avianca deve fazer sobre a situação dos voos.

A Avianca está em recuperação judicial desde dezembro. Com a Fraport, que opera os terminais de Fortaleza e Porto Alegre, o débito é de R$ 14,5 milhões. No total, a dívida é de R$ 2,7 bilhões. A empresa tem mantido suas operações com recursos vindo de empréstimos obtidos da gestora norte-americana Elliott, o maior credor da empresa em recuperação judicial, assim como de suas concorrentes, Azul, Gol e Latam.