Avianca perderá direito de operar em Guarulhos no fim de semana se não pagar taxa

  • Por Jovem Pan
  • 12/04/2019 08h38
André Gustavo Stumpf - FlickrEm recuperação judicial, a companhia tem se sustentado com recursos da gestora americana Elliott, maior de suas credoras

A GRU Airport, que gerencia o aeroporto de Guarulhos, notificou a Avianca de que a companhia tem até as 17h desta sexta (12) para pagar as taxas que deve à concessionária e não perder o direito de operar voos no terminal neste fim de semana.

Outros terminais também acionaram a companhia sobre dívidas de operação ao longo da semana, alguns dos quais foram pagos à vista pela empresa aérea. Em Guarulhos, a Avianca quitou os custos para atuar somente até às 23h59 desta sexta.

Em recuperação judicial, a Avianca Brasil tem se sustentado com recursos da gestora americana Elliott, maior credora sua e das concorrentes, Azul, Gol e Latam.

Na quarta-feira, foram colhidos os primeiros depoimentos de funcionários da Vinci Airport, que acusa a Avianca Brasil de apropriação indébita dos valores recolhidos a título de taxa de embarque, segundo o advogado criminalista Leonardo Magalhães Avelar, do escritório Cascione Pulino Boulos.

A concessionária entrou na Justiça com uma queixa crime contra a companhia aérea pelo fato dela não repassar as taxas aeroportuárias desde julho, que somavam R$ 9 milhões. Depois dos funcionários da Vinci, o dono da companhia aérea José Efromovich e outros executivos serão intimados para depor nos próximos dias.

Estadão Conteúdo