Baixada Santista vai abrir mais 350 leitos para tratamento da covid-19

  • Por Jovem Pan
  • 13/05/2020 12h59 - Atualizado em 13/05/2020 13h08
Roberto Casimiro/Estadão Conteúdo leito de uti Os municípios atendidos foram definidos após dialogo construído pelo secretario de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi

O Governo do Estado de São Paulo anunciou nessa quarta-feira (13) a abertura de 350 novos leitos para a Baixada Santista. Depois da Grande São Paulo, a região é a mais afetada pela doença causada pelo novo coronavírus.

Serão R$ 30 milhões investidos na abertura de 300 leitos clínicos e 50 de UTI nas cidades de Santos, Praia Grande e Itanhaém. De acordo com o governador João Doria, os recursos estarão disponíveis a partir da quinta-feira (14) para as prefeituras.

Os municípios atendidos foram definidos após dialogo construído pelo secretario de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi. Eles foram mapeados pelos próprios prefeitos e secretários municipais de Saúde através de estudos.

Nova campanha de comunicação

João Doria também anunciou uma nova campanha de comunicação sobre a doença causada pelo novo coronavírus. Ela começa a ser veiculada nesta quarta-feira e seguirá pelas duas próximas semanas.

As imagens homenageiam os profissionais de Saúde e mostram como homens e mulheres atuam salvando vidas. “Esses são os pilares da saúde pública e privada. Médicos, enfermeiros, socorristas e outros profissionais expõem sua própria saúde para proteger nossas famílias e amigos.”

“O Governo de São Paulo nunca ofendeu e nunca vai ofender essas pessoas. Ao contrário, homenageamos e respeitamos o trabalho heroico dos profissionais de saúde, que podem contar sempre com o irrestrito apoio do governo estadual”, completou.