Batalhões da PM do Ceará são invadidos durante a madrugada

  • Por Jovem Pan
  • 19/02/2020 11h35
Polícia Militar do CearáBatalhões da PM do Ceará foram invadidos durante a madrugada

Três batalhões da Polícia Militar do Ceará foram invadidos na madrugada desta quarta-feira. Viaturas oficiais foram roubadas, pneus de veículos foram rasgados e esvaziados por homens encapuzados.

As ações acontecem após a apresentação da proposta de reajuste salarial de policiais e bombeiros militares do estado, que gerou uma crise entre parte das categorias e o governo do Estado.

No 17º Batalhão, no bairro Conjunto Ceará, mais de 20 suspeitos furaram os pneus das viaturas oficiais e de carros particulares que estavam estacionados no local. No 22º Batalhão, no Papicu, também em Fortaleza, 10 veículos foram levados por um grupo de 30 pessoas. Segundo os agentes de plantão, o grupo não aparentava estar armado e não agiu com truculência

No 12º Batalhão, em Caucaia, região metropolitana de Fortaleza, os pneus dos veículos oficiais foram esvaziados. Mulheres e familiares dos policiais que protestavam pelo aumento dos salários da categoria estavam na delegacia no momento da ação. Três agentes foram presos.

Em outras cinco cidades do interior, os batalhões amanheceram de portas fechadas. Na manhã desta quarta, as ruas no entorno das delegacias amanheceram bloqueadas por viaturas.

A Justiça cearense determinou que policiais que promoverem paralisações e manifestações poderão ser presos. Ao todo, 150 policiais já tiveram inquéritos instaurados, além dos três presos por furar pneus de carros da PM. Durante a madrugada, a Polícia Civil foi designada para reforçar a segurança nas ruas do Estado.