Bebianno será ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência; anúncio foi confirmado por Lorenzoni

  • Por Jovem Pan
  • 21/11/2018 13h01 - Atualizado em 21/11/2018 13h05
Marcelo Camargo/Agência BrasilDiferente do visto em situações anteriores, o anúncio do nome de Bebianno não foi feito pelo próprio presidente eleito

O presidente do PSL durante o período eleitoral, Gustavo Bebianno, foi indicado como futuro ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência no Governo de Jair Bolsonaro. O nome foi confirmado nesta quarta-feira (21) por Onyx Lorenzoni e pelo próprio Bebianno.

De acordo com Onyx, que também será ministro de Bolsonaro, na Casa Civil, o anúncio foi feito pelo presidente eleito no início de reunião de trabalho da equipe de transição, que ocorrerá todas as quartas-feiras às 10h.

Diferente do visto em situações anteriores, o anúncio do nome de Bebianno não foi feito pelo próprio presidente eleito. No último dia 31, Bolsonaro havia dito que seus ministros seriam anunciados oficialmente por suas redes sociais.

No fim da manhã desta quarta, Bolsonaro anunciou André Luiz de Almeida Mendonça para chefiar a Advocacia-Geral da União.