Biblioteca da Unicamp é pichada com símbolos nazistas e ameaças

  • Por Jovem Pan
  • 16/08/2018 09h48
Reprodução/FacebookO vândalo usou canetas do tipo marcador - nas cores vermelha e preta - para escrever frases como "poder branco", "vai ter massacre", "vai ter chacina" e "#columbine"

A Biblioteca Antonio Candido, do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), foi pichada por vândalos na noite desta terça-feira (14). Ainda em expediente, por volta das 21h, suásticas, cruzes celtas, expressões racistas e ameaças em paredes, mesas, telas de computador e banheiros, surgiram.

O vândalo usou canetas do tipo marcador – nas cores vermelha e preta – para escrever frases como “poder branco”, “vai ter massacre”, “vai ter chacina” e “#columbine”. Essa última em alusão ao massacre ocorridos em uma escola americana no ano de 1999. Frases e símbolos semelhantes também surgiram no banheiro do Instituto de Geociências.

A direção do IEL divulgou uma nota na manhã desta quinta-feira (16) na página da biblioteca no Facebook dizendo que as câmeras de segurança filmaram toda a ação do “boçal” e que há “imagens claríssimas de seu rosto”. Entretanto, a universidade afirmou que ainda não há suspeitos.Na publicação, a direção do local ainda diz que “todas as providências administrativas, jurídicas e políticas estão sendo tomadas para identificar e processar o autor desse ato criminoso”.

A biblioteca ficou fechada nesta quarta-feira (15) devido a realização de uma perícia no local. De acordo com a Unicamp, a biblioteca será reaberta nesta quinta-feira (16), mas com apenas dois dos sete computadores funcionando, já que os outros cinco foram vandalizados durante a invasão.

Um comunicado divulgado pela universidade informou que o Instituto de Estudos da Linguagem e o Instituto de Geociências abrirão sindicância para apurar o caso. “A Unicamp repudia toda manifestação ou ato que implique em violação dos direitos humanos e em discriminação de qualquer natureza”, alerta a nota.

Nota da direção do IEL sobre os atos de vandalismo e ameaças ocorridos ontem, dia 14, às 21:00h. na Biblioteca Antonio…

Publicado por Biblioteca Antonio Candido – IEL / Unicamp em Quarta-feira, 15 de agosto de 2018

“A Unicamp também conta desde 2003 com um serviço de ouvidoria, que nos casos de violação de direitos humanos, quando conhecida a autoria, instaura procedimentos para a realização de oitivas dos envolvidos e testemunhas para adequada apuração dos fatos”, finalizou.