Bolsonaro chama de ‘fake news’ declarações de que estaria com câncer de pele

  • Por Jovem Pan
  • 12/12/2019 20h04
Carolina Antunes/PRPresidente disse que deve se reunir com Moro para discutir vetos do projeto anticrime

O presidente Jair Bolsonaro chamou nesta quinta-feira (12) de “fake news” as informações de que estaria com câncer de pele. Mais cedo, o Palácio do Planalto informou que o presidente realizou procedimentos médicos como retirada de lesão verrucosa na face e na orelha, além de crioterapia em lesões no tórax e no antebraço, provocadas pelo excesso de exposição solar.

“Eu sempre converso com a imprensa. Hoje, os jornalistas prepararam a primeira pergunta e eu disse ‘não vou responder nada porque vocês disseram que eu estava com câncer’, e fui embora sem responder. É mentira em cima de mentira, infelizmente grande parte da imprensa se presta a isso”, afirmou em transmissão ao vivo pelas redes sociais.

Aproveitando a deixa, Bolsonaro também chamou de “mentirosas” as notícias de que possivelmente iria vetar o aumento do fundo eleitoral. O relatório do deputado Domingos Neto (PSD-CE), que sugeriu um montante de R$ 3,8 bilhões — inicialmente, o governo previa R$ 2 bilhões — foi aprovado no último dia 4. O texto vai voltar para o plenário do Congresso no dia 17 de dezembro.

“Eu não toquei nesse assunto. Eu não posso fazer mais nada, não posso interferir no Legislativo nem no Judiciário, e nem quero, não faz parte da democracia”, disse o presidente.

Pacote anticrime

Bolsonaro também comemorou a aprovação do pacote anticrime do ministro da Justiça, Sergio Moro, que ocorreu nesta quarta-feira (11) na Câmara dos Deputados. No entanto, afirmou que alguns trechos devem ser vetados. “Vou ouvir o Moro porque sofreu mudanças. Vamos ver o que vetar.”

Ele adiantou, por exemplo, que vai discutir o dispositivo que triplica a pena para injúria, calúnia e difamação cometidos nas redes sociais. “To disposto a vetar isso aí. Mas se o povo achar que devo sancionar, levo em consideração”, declarou.