Bolsonaro chega a São Paulo para cirurgia de retirada da bolsa de colostomia

  • Por Jovem Pan
  • 27/01/2019 10h15 - Atualizado em 27/01/2019 12h42
Agência EFEO presidente Jair Bolsonaro será operado nesta segunda-feira (28) no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, para retirar a bolsa de colostomia, que foi colocada em setembro do ano passado, após facada

O presidente Jair Bolsonaro chegou neste domingo (27) em  São Paulo para dar início aos preparativos da cirurgia à qual será submetido nesta segunda-feira, no Hospital Albert Einstein. O procedimento cirúrgico tem como objetivo refazer o trânsito intestinal do presidente e retirar a bolsa de colostomia que ele usa desde setembro do ano passado, quando sofreu uma facada, em Juiz de Fora, Minas Gerais.

A estimativa é que a operação dure entre duas e quatro horas. O repouso absoluto recomendado pelos médicos deve ser de 48 horas. Por isso, durante esse período, o vice, general Hamilton Mourão, ficará no comando do país. Após esse prazo, Bolsonaro pretende reassumir a presidência e despachar de dentro do hospital.

Ele deve permanecer em São Paulo por um período estimado em 10 dias, acompanhado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e de ministros. A alta, porém, vai depende exclusivamente da recuperação do paciente. Segundo o porta-voz do Palácio do Planalto, Otávio do Rêgo Barros, a imprensa será informada diariamente sobre o quadro de saúde do presidente, bem como de suas atividades no Hospital Albert Einstein.

Boletim médico

No início da tarde, o hospital divulgou o primeiro boletim médico do paciente. “O Excelentíssimo Presidente da República Jair Bolsonaro deu entrada no Hospital Israelita Albert Einstein às 10h33 deste domingo, dia 27. Nas próximas horas, ele passará por exames e avaliação pré-operatória realizada por uma equipe multidisciplinar”, diz. Ele é assinado por Dr. Antônio Luiz Macedo, cirurgião; Dr. Leandro Echenique, clínico e cardiologista; e Dr. Miguel Cendoroglo, Diretor Superintendente do Hospital.