Bolsonaro deve ir à inauguração de escritório comercial na China, diz Doria

  • Por Jovem Pan
  • 23/04/2019 17h48
Marcos Corrêa/PRDurante a viagem para a China, "possível" que a comitiva faça visitas a "novos potenciais investidores chineses" no Brasil

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), participou, nesta terça-feira (23), de reunião com o presidente Jair Bolsonaro. Segundo ele, Bolsonaro “autorizou” que fosse confirmada a sua ida para a China – junto de Doria e de integrantes do governo -, entre os dias 3 e 10 de agosto, para a inauguração do escritório comercial de São Paulo em Shanghai. Ainda conforme o governador, Bolsonaro irá em maio para Nova York (EUA), para ser homenageado como “Personalidade do Ano de 2019”, nomeação feita pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos.

Doria disse, ainda, que Joice Hasselman (PSL) também participará da viagem para a China, além de “ministros e secretários vinculados às áreas de negócios, economia e do Itamaraty”. Durante a viagem, que deve começar em Pequim e terminar em Shangai, é “possível” que a comitiva faça visitas a “novos potenciais investidores chineses” no Brasil.

“É um fato muito relevante que ele (Bolsonaro) confirmou a ida em missão de negócios”, disse Doria.

Sobre o escritório comercial de São Paulo, o tucano declarou que será focado em geração de negócios para o Estado, incluindo os programas de desestatização – rodovias, ferrovias, hidrovias, aeroportos e portos -, além de investimentos no agronegócio, indústria, comércio, serviços e tecnologia. Doria informou, também, que Bolsonaro confirmou presença na abertura da Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação (Agrishow) no próximo dia 29, que acontece em Ribeirão Preto (SP). A feira tem programação até o dia 3 de maio.

Já no dia 15, nos Estados Unidos, Bolsonaro também deve participar, de acordo com o governador, de um evento no Metropolitan Club, que deve contar com as presenças do ministro da Economia, Paulo Guedes, e dos líderes do Congresso e Senado, Rodrigo Maia (DEM) e Davi Alcolumbre (DEM).

* Com informações da Agência Estado