Bolsonaro diz que não houve ditadura no Brasil e regime teve ‘probleminhas’

  • Por Jovem Pan
  • 27/03/2019 18h07
Alan Santos/PREm entrevista à Band, Bolsonaro negou que houve ditadura no Brasil

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que não houve ditadura no Brasil durante o regime militar. Em entrevista ao “Brasil Urgente”, da Band, nesta quarta-feira (27), ele comparou o regime a um casamento e disse que o período teve alguns “probleminhas”.

“Não quer dizer que foi uma maravilha, nenhum regime é uma maravilha. Qual casamento é uma maravilha? De vez em quando tem um probleminha, é coisa rara um casal não ter um problema”, disse. Para ele, a maior prova de que a ditadura não existiu é o fato da redemocratização ter acontecido sem maiores problemas. “Onde você viu uma ditadura entregar para a oposição de forma pacífica o governo? Só no Brasil. Então, não houve ditadura.”

Ele comparou o período entre 1964 e 1985 no Brasil a outras épocas em países da América Latina. “Entre os probleminhas que nós tivemos e que outros países tiveram, olha aí a Venezuela a que ponto chegou”, afirmou, questionando como o país estaria se a esquerda tivesse subido ao poder naquela época. “Se esse pessoal que no passado tentou chegar ao poder usando as armas e que hoje em dia grande parte tá preso ou sendo processado por corrupção as mais variadas possíveis, como estaria o Brasil?”.

Nesta semana, Jair Bolsonaro se envolveu em uma polêmica ao determinar ao Ministério da Defesa que o dia 31 de março fosse comemorado nas unidades militares. A data faz alusão ao golpe que levou os militares ao poder em 1964.

Também nesta quarta, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou na Câmara dos Deputados que não houve golpe militar em 1964. “Não considero um golpe. Foi um movimento necessário, para que o Brasil não se tornasse uma ditadura”, disse.