Bolsonaro entrega pacote de medidas econômicas ao Congresso

  • Por Jovem Pan
  • 05/11/2019 11h47 - Atualizado em 05/11/2019 11h51
Reprodução/YoutubeEntre as reformas propostas, estão alterações no pacto federativo e em fundos públicos

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) entregou, nesta terça-feira (5), um pacote de medidas elaborado pela equipe econômica ao Congresso Nacional. Entre as reformas e mudanças propostas, estão alterações pacto federativo e em fundos públicos, além de nas regras das contas da União.

Em seu discurso, Bolsonaro afirmou que o pacote deve ser aprovado até o começo do ano que vem e que as mudanças farão “muito bem a todos nós”. Ele também agradeceu ao presidente da Casa e do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que retribuiu o gesto.

Ele ressaltou que Bolsonaro “fez questão de entregar as medidas pessoalmente”, o que “tem um peso ainda maior” e demonstra uma aproximação “com a política e políticos que foram eleitos, assim como ele [Bolsonaro], para fazer o que tem que ser feito por um Brasil melhor”.

Alcolumbre disse, ainda, que o parlamento “é o mais reformista da história do Brasil” e que as mentidas entregues pela gestão Bolsonaro compactuam com os pensamentos dos deputados e senadores. “O senhor tem apoio incondicional desta casa para fazer as coisas acontecerem para o povo brasileiro”, declarou.

Além de Bolsonaro, foram ao encontro o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ); e os ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e da Economia, Paulo Guedes, que também discursaram antes do presidente entregar o texto.

Durante sua fala, Guedes afirmou que “O tema não podia ser mais apropriado para o Senado porque é uma transformação do Estado brasileiro” e que as medidas garantirão “finanças sólidas para a República brasileira”. Já Onyx chamou o pacote de “uma das mais importantes ações conjuntas do Parlamento brasileiro com o poder Executivo”.