Bolsonaro faz ‘mea culpa’ e diz que ‘não nasceu’ para ser presidente

  • Por Jovem Pan
  • 05/04/2019 16h42
Marcos Corrêa/PRO presidente também declarou que às vezes se pergunta o que fez para "merecer isso"

Após dizer que não pretende ficar se desculpando pelas “caneladas” que já deu, o presidente Jair Bolsonaro voltou atrás e fez uma ‘mea culpa’ nesta sexta-feira, 5. Ele comentou as dificuldades que o cargo impõe e disse que “não nasceu” para ser presidente, mas, sim, militar.

“Desculpem as caneladas. Não nasci para ser presidente, nasci para ser militar”, afirmou, em discurso no Palácio do Planalto para inauguração do Espaço de Atendimento de Ouvidoria da Presidência da República.

O presidente também declarou que às vezes se pergunta o que fez para “merecer isso”. “Às vezes me pergunto, meu Deus, o que fiz para merecer isso? É só problema”, brincou sobre a função, rindo. “Tem que se virar para não ser engolido”.

Depois do evento, Bolsonaro justificou sua fala, dizendo que há “muitos vícios no Brasil”, e citou a preocupação com a violência, a empregabilidade e a educação.

Questionado se os problemas mencionados no discurso estariam relacionados também às dificuldades no diálogo com parlamentares e partidos políticos, respondeu que “cada um vai defender seus interesses”. “Temos que convencer o pessoal para mostrar a questão da (reforma) da Previdência. Se não aprovar agora, pelo menos grande parte, daqui dois a três anos vai faltar dinheiro para pagar quem está na ativa, vamos virar uma Grécia.”

*Com informações do Estadão Conteúdo