Bolsonaro: ‘Intenção é não demarcar mais terra para índios’

  • Por Jovem Pan
  • 30/08/2019 11h35
Marcos Corrêa/PRPresidente voltou a defender a legalização do garimpo

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou, nesta sexta-feira (30), que não pretende demarcar novas terras indígenas, além de querer revisar as já existentes, que podem estar irregulares. Atualmente, há quase 500 pedidos de demarcações.

“A minha decisão é não demarcar mais terra para índios. Aquelas que foram demarcadas de forma irregular, caso tenhamos algo concreto nesse sentido, é buscar a revisão das terras” declarou, acrescentando que os índios vendem terras protegidas para estrangeiros explorarem. “É muita terra para pouco índio, e sem lobby. Qual é o interesse por trás disso?”, questionou.

Na quinta-feira (29), durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, disse que demarcações já feitas devem ser revisadas, pois haveria “provas, denúncias” de que houve fraude.

Em seguida, Bolsonaro voltou a defender a legalização do garimpo. “Se o índio quer [garimpo], vamos atender interesse do índio”, finalizou.

*Com Estadão Conteúdo