A pedido de Bolsonaro, PF vai investigar incêndios criminosos no Pará

Após pedido de Bolsonaro, Sergio Moro confirmou que a Polícia Federal irá investigar incêndios criminosos no Pará

  • Por Jovem Pan
  • 25/08/2019 19h16
EFE/ Victor MoriyamaPolícia Federal vai investigar incêndios criminosos no Pará

A pedido do presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, determinou à Polícia Federal a abertura de uma investigação sobre incêndios criminosos na região do Pará.

Moro confirmou o pedido do presidente por uma “apuração rigorosa” e afirmou, no Twitter, que “incêndios criminosos na Amazônia serão severamente punidos”.

O ponto de partida dessa investigação é o conteúdo de uma reportagem que narra, entre outros pontos, a suposta atuação de um grupo de 70 pessoas que teriam se articulado no WhatsApp para promover queimadas no Pará em 10 de agosto, que ficou conhecido como “Dia do Fogo”.

A reportagem, publicada no site do Globo Rural, reúne também o relato de uma pecuarista que atribui o início das queimadas a funcionários do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio).

A abertura da investigação foi saudada nas redes sociais pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, pelo secretário de Comunicação Social, Fabio Wajngarten, e por filhos de Bolsonaro.

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) interpretou que há “incêndios propositais com o fim de desgastar a imagem do PR (presidente da República) Bolsonaro”.

*Com Estadão Conteúdo