Bolsonaro questiona recusa de ajuda do G7: ‘Eu falei isso? O presidente Bolsonaro falou?’

  • Por Jovem Pan
  • 27/08/2019 10h40
Palácio do PlanaltoPresidente disse que pode aceitar oferta caso Macron retire "insultos"

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) questionou, nesta terça-feira (27), a recusa da ajuda oferecida pelo G7 , de US$ 20 milhões para o combate às queimadas na Amazônia. Ontem (26), o Palácio do Planalto anunciou que o governo não aceitaria os recursos, mas Bolsonaro não confirmou a decisão.

“Eu falei isso? Eu falei? O presidente Bolsonaro falou?”, perguntou. Questionado, então, se ainda cogita receber a quantia, ele falou que a imprensa “vai ter uma surpresa hoje” na reunião com os governadores da Amazônia Legal. “Tudo tem um preço. Eu disse há poucas semanas que estavam comprando à prestação a Amazônia. Vocês vão ter a resposta”, finalizou.

Mais cedo, o presidente havia dito que poderia reconsiderar sobre aceitar ou não a ajuda caso o presidente da França, Emmanuel Macron, retire os “insultos” que fez a ele.

Primeira-dama

Bolsonaro encerrou a conversa com jornalistas por causa de perguntas sobre um possível pedido de desculpas à primeira-dama francesa. Ele disse que não colocou a foto que zombava Brigitte e justificou que pediu para o responsável não “falar besteira”.

“Eu não coloquei aquela foto, alguém que colocou a foto lá e eu falei para não falar besteira. Não queiram falar da questão familiar porque na questão familiar, pessoal, eu não me meto. Sempre respeito o cara para não entrar nessa área”, disse.

No final de semana, o presidente brasileiro reagiu com risadas a um comentário em que um seguidor da sua página no Facebook postou fotos dos chefes de Estado com suas respectivas primeiras-damas, afirmando que o mandatário francês teria inveja de Bolsonaro porque sua esposa é 24 anos mais velha do que ele. “Não humilha cara. Kkkkkkk”, escreveu Bolsonaro em rede social como resposta ao apoiador.

*Com Estadão Conteúdo