Bolsonaro sobre FGTS: ‘Estamos aumentando a remuneração do trabalhador sem onerar empregadores’

  • Por Jovem Pan
  • 24/07/2019 17h24 - Atualizado em 24/07/2019 17h25
Marcos Corrêa/PRSegundo o presidente, essa é uma "importante medida para acelerar a recuperação da economia"

O governo fez nesta quarta-feira (24) o anúncio oficial da liberação de saques no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Em discurso, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a medida visa “aumentar a remuneração do trabalhador sem onerar os empregadores”.

“Hoje anunciamos aqui uma importante medida para acelerar a recuperação da economia. Estamos devolvendo ao trabalhadores o direito de sacar seu dinheiro. Todos serão contemplados. Nenhum benefício está sendo retirado. Garantimos mais liberdade para o trabalhador decidir o que fazer com seu dinheiro. Essa medida eleva a produtividade no emprego ao reduzir a alta rotatividade no mercado. Há 63 milhões de pessoas com dívidas atrasadas. Esse saque imediato é focado nos mais pobres”, disse o presidente.

“Além disso, damos a opção de acesso todos os anos a recursos. É uma mudança estrutural, o saque-aniversário. Trata-se de uma renda extra anual a partir de 2020, cuja adesão será opcional. Estamos aumentando a remuneração do trabalhador sem onerar os empregadores. Isso representa mais uma injeção de recursos na economia”, completou.

‘Muito bem recebido no Nordeste’

Durante seu discurso, Bolsonaro aproveitou para alfinetar o governador da Bahia, Rui Costa (PT), com quem teve alguns atritos na última semana. Ele citou a inauguração do aeroporto em Vitória da Conquista e agradeceu a receptividade do prefeito local, Herzem Gusmão (MDB), e do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). “Fomos muito bem recebidos no nordeste. Gol de placa. Parabéns ao povo baiano.”