Bolsonaro visita padaria, posto de gasolina e mercado em Brasília

Estabelecimentos estavam abertos por serem considerados serviços essenciais

  • Por Jovem Pan
  • 29/03/2020 12h00
EFE/Joédson Alves Bolsonaro visitou estabelecimentos de serviços essenciais neste domingo (29)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, deixou o Palácio da Alvorada neste domingo (29) pelo acesso à residência oficial da vice-presidência, o Palácio do Jaburu, evitando assim o contato com a imprensa. Em meio à pandemia do novo coronavírus, Bolsonaro foi visitar vários comércios locais ainda abertos em Brasília.

São poucos os estabelecimentos abertos neste domingo, porque a cidade cumpre decreto do governador, Ibaneis Rocha (MDB), que determina o fechamento de lojas e shoppings para evitar a circulação das pessoas e tentar controlar a propagação da covid-19.

Apenas os serviços considerados essenciais podem funcionar.

Bolsonaro saiu por volta de 9h30 do Palácio da Alvorada e seguiu para um posto de gasolina. Ele desceu do carro para cumprimentar e tirar fotos com frentistas que estavam trabalhando. Também conversou com populares.

Em seguida, Bolsonaro visitou uma farmácia, uma padaria e um supermercado no Sudoeste, bairro residencial que fica cerca de 10 km do Congresso Nacional.

Pouco depois, o presidente esteve no Hospital das Forças Armadas (HFA), onde ficou por cerca de 20 minutos. Ele cumprimentou populares e profissionais que lá estavam. Não há informação oficial sobre a razão da visita ao hospital.

Depois disso, o comboio presidencial seguiu em direção a Ceilândia, uma região administrativa do Distrito Federal, que fica a cerca de 36 quilômetros do Palácio da Alvorada. Ceilândia é a cidade onde moram familiares da primeira-dama Michelle Bolsonaro.

*Com Estadão Conteúdo