‘Bomba de Palocci’: Ex-ministro narra primeira reunião na qual Lula pediu propina ‘explicitamente’

  • Por Jovem Pan
  • 01/10/2018 15h42
Reprodução

O ex-ministro Antonio Palocci contou em colaboração premiada à Justiça Federal como foi a primeira reunião na qual o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou “explicitamente” da arredação de propina. O encontro teria ocorrido em 2010, na biblioteca do Palácio do Alvorada, com a presença de Lula, Palocci, Dilma Rousseff e José Sérgio Gabrielle, então presidente da Petrobras.

Segundo Palocci, Lula pediu a construção de quarenta sondas com o objetivo de “garantir o futuro político do país e do Partido dos Trabalhadores com a eleição de Dilma Rousseff, produzindo-se os navios para exploração do pré-sal e recursos para a campanha que se aproximava”, diz o trecho.

Palocci contou ainda que Lula delegou a ele a gestão dos recursos ilícitos que seriam gerados e a forma como eles seriam usados na campanha de Dilma.

“Esta foi a primeira reunião realizada por Luiz Inácio Lula da Silva em que explicitamente tratou da arrecadação de valores a partir de grandes contratos da Petrobras”, diz a delação.