Bombeiros encontram o corpo de mais uma vítima da tragédia em Brumadinho

Com o corpo encontrado, o número de mortos subiu para 247 e o de desaparecidos caiu para 23

  • Por Jovem Pan
  • 04/07/2019 09h06
Estadão ConteúdoCorpo estava soterrado no rejeito de minério no complexo de mineração da Vale

Os bombeiros encontraram nesta quarta-feira (3) o corpo de mais uma vítima da tragédia em Brumadinho, Minas Gerais. Ele estava soterrado no rejeito de minério no complexo de mineração da Vale.

Segundo os bombeiros, a vítima é do sexo masculino e estava com um documento de identidade no bolso da calça, que confere com um dos nomes da lista das pessoas ainda não encontradas.

A vítima foi levada para Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte, onde serão feitos os trabalhos de identificação pela Polícia Civil. O objetivo é confirmar se a identidade pertence à pessoa encontrada.

A tragédia ocorreu em 25 de janeiro, quando a barragem Mina Feijão se rompeu. Com o corpo encontrado, o número de mortos subiu para 247 e o de desaparecidos caiu para 23.

Indiciamento

Senadores que integram a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Brumadinho, no Senado, pediram o indiciamento de 14 pessoas envolvidas no rompimento da barragem da mineradora Vale. Entre os alvos do pedido, estão funcionários da mineradora, como o ex-presidente Fábio Schvartsman, e da empresa alemã, TÜV SÜD, contratada para fazer a auditoria em áreas de barragens.

O relatório do senador Carlos Viana (PSD-MG) foi concluído nesta terça-feira (2), após quatro meses de trabalho da CPI. O senador previa o indiciamento por homicídio culposo, quando não tem intenção de matar, mas o relator decidiu acatar a sugestão do senador Jorge Kajuru (PSB), que recomendou a tese de dolo eventual – que é quando, mesmo sem querer, se assume o risco de matar.

As pessoas envolvidas no rompimento também serão indiciadas por lesão corporal culposa e destruição culposa de flora de preservação permanente e de Mata Atlântica.