Bombeiros localizam oitavo corpo no desabamento de prédio em Fortaleza

  • Por Jovem Pan
  • 19/10/2019 12h28
XANDY RODRIGUES/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDONeste momento, apenas a síndica do prédio é considerada desaparecida

Subiu para oito o número de mortos no desabamento do Edifício Andrea, no Bairro Dionísio Torres, Fortaleza. O oitavo corpo foi retirado dos escombros pelos bombeiros na manhã deste sábado (19). Trata-se de José Eriverton Laurentino Araújo, de 44 anos, cuidador dos idosos Vicente de Paula e Izaura Marques Menezes, também mortos no desastre.

Neste momento, apenas a síndica do prédio, Maria das Graças Rodrigues, de 53 anos, é considerada desaparecida.

Uma equipe de 135 bombeiros tem se revezado para realizar um trabalho de forma ininterrupta na área. Embora máquinas auxiliem na retirada dos escombros, continua o trabalho manual nos pontos onde ainda há alguma chance de haver sobreviventes.

“Quanto mais o tempo passa, obviamente as possibilidades diminuem, mas não zeram”, disse o Coronel Eduardo Holanda, comandante da operação desde o início. “O colapso foi muito forte e isso dificulta ainda mais a progressão”, acrescentou.

“Meu estado físico, de toda a equipe e também dos voluntários é de muito cansaço, mas de extrema energia positiva”, completou Holanda. A expectativa dos bombeiros é de que toda a ação de resgate dure uma semana.

Veja quem são os mortos no desabamento do Edifício Andréa, em Fortaleza:

  • Frederick Santana dos Santos, de 30 anos
  • Izaura Marques Menezes, de 82 anos
  • Antônio Gildasio Holanda, de 60 anos
  • Nayara Pinho Silveira, de 31 anos
  • Maria da Penha Bezerril Cavalcante, de 81 anos
  • Rosane Marques de Menezes, de 56 anos
  • Vicente de Paulo Vasconcelos de Menezes, de 86 anos
  • José Eriverton Laurentino Araújo, de 44 anos

 

*Com Estadão Conteúdo