Brasil terá 354 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 em 2022, diz Queiroga

Ministro afirmou ver cenário positivo no país e previu o fim da pandemia do novo coronavírus no próximo ano

  • Por Jovem Pan
  • 08/10/2021 19h14 - Atualizado em 08/10/2021 20h30
WALLACE MARTINS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOMinistro da Saúde concedeu coletiva sobre o futuro da imunização no país nesta sexta-feira, 8

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que o Brasil terá 354 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 à disposição em 2022. A informação foi dada pelo chefe da pasta em coletiva realizada nesta sexta-feira, 8. Segundo Queiroga, o cenário da pandemia é positivo no país e a campanha de vacinação contra a doença no próximo ano será eficiente. O ministro previu ainda que 2022 será marcado pelo fim da pandemia. Queiroga disse também que irá considerar a utilização da CoronaVac no próximo ano caso o imunizante obtenha o registro definitivo na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Atualmente, a vacina só possui o registro emergencial. Nesta quinta-feira, 7, o Ministério da Saúde informou à CPI da Pandemia que deve parar de utilizar a vacina CoronaVac, de origem chinesa e produzida no Instituto Butantan em São Paulo, no Plano Nacional de Imunização em 2022. Entre as justificativas da pasta, foram citadas a ausência de um registro definitivo na Anvisa (a vacina é aplicada com uma permissão emergencial), a baixa efetividade em idosos e a não utilização como dose de reforço.