Juiz determina soltura de brigadistas presos em Alter do Chão

Os quatro brigadistas estavam presos em Santarém, no Pará, desde terça-feira (26)

  • 28/11/2019 18h11
Divulgação/Brigada de Alter do Chão (PA)Brigadistas foram presos suspeitos de incêndio criminoso

O juiz Alexandre Rizzi determinou na tarde desta quinta-feira (28) a soltura dos quatro brigadistas detidos na cidade de Santarém, no Pará. Eles foram presos preventivamente na terça-feira (26) após um incêndio na APA Alter do Chão.

Daniel Gutierrez Govino, João Victor Pereira Romano, Gustavo de Almeida Fernandes e Marcelo Aron Cwerver são suspeitos de ter provocado o incêndio de forma criminosa.

A soltura foi ordenada pelo mesmo juiz que decidiu prender os brigadistas. Ele afirmou que reverteu a decisão após analisar as informações levantadas pelos delegados da operação da Polícia Federal Fogo de Sairé, que investiga os incêndios na região.

Também nesta quinta, o governo do Pará trocou o delegado responsável pelo caso, Fábio Amaral Barbosa. Ele foi substituído por Waldir Freire Cardoso, diretor da Delegacia Especializada em Meio Ambiente.