Cachorrinha ‘assina’ projeto de lei sobre leishmaniose de Florianópolis; veja o vídeo

Many, que tem a doença, deixa pata carimbada em proposta que prevê que o município custeie o tratamento de cães de famílias de baixa renda

  • Por Jovem Pan
  • 10/11/2021 22h09
Divulgação / Prefeitura de Florianópolis Prefeito de Florianópolis e vereadora seguram pata de cachorra para carimbar em projeto de lei Projeto de lei contra leishmaniose foi assinado por vereadora, prefeito e pela cachorrinha Many

A Prefeitura de Florianópolis (SC) levou uma convidada especial para assinar um projeto de lei sobre a leishmaniose no município: a cachorrinha ‘Many’, que tem a doença, carimbou a pata no projeto, ao lado da vereadora Priscila Fernandes (Podemos) e do prefeito da cidade, Gean Loureiro (DEM). A proposta é sobre a política pública para financiar o tratamento de animais com leishmaniose para famílias carentes (as que recebem menos de três salários mínimos) – o município dará o medicamento necessário. O projeto ainda precisará ser aprovado na Câmara Municipal para entrar em vigor. A leishmaniose é uma doença causada por um protozoário e transmitida pelo mosquito-palha. A enfermidade atinge cachorros e humanos – o mosquito se infecta ao picar uma pessoa ou cão doente e passa a ser transmissor. Atualmente, a lei brasileira prevê que, quando um cachorro que tem a doença não é tratado, deve sofrer eutanásia. Confira o momento em que Many assina a lei.