Câmara aprova auxílio de R$ 600 para trabalhadores informais

Benefício deve durar três meses, prorrogáveis por mais três

  • Por Jovem Pan
  • 26/03/2020 21h49
Tania Rego/Agência BrasilPara as mulheres que forem mães e chefes de família, o benefício chega a R$ 1,2 mil

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quinta-feira (26), o auxílio de R$ 600 para profissionais autônomos, informais ou sem renda fixa durante a pandemia de coronavírus.

Para as mulheres que forem mães e chefes de família, o benefício chega a R$ 1,2 mil. O pagamento do auxílio emergencial é limitado a duas pessoas da mesma família. O “voucher” vai durar por três meses, prorrogáveis por mais três. A proposta inicial era de R$ 200.

Agora, a matéria segue para o Senado, onde precisa da aprovação dos parlamentares. Ainda não há data definida para a análise.

Durante a segunda sessão remota feita na história da Câmara, o presidente Rodrigo Maia (DEM-SP) agradeceu ao ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, e ao líder do governo, Major Vitor Hugo, por terem “convencido Jair Bolsonaro”.

“Conseguimos ir além até do que a Câmara tinha proposto”, comemorou.