Câmara aprova indenização a familiares de profissionais de saúde vítimas da Covid-19

A indenização se aplica também no caso de incapacidade permanente para o trabalho; projeto vai para a sanção do presidente

  • Por Jovem Pan
  • 14/07/2020 16h13 - Atualizado em 14/07/2020 16h15
SANDRO PEREIRA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOIndenização será de R$ 50 mil

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou emendas do Senado ao projeto de lei que prevê o pagamento, pela União, de compensação financeira de R$ 50 mil aos dependentes de profissionais e trabalhadores de saúde mortos após serem contaminados pela Covid-19 após atuarem diretamente no combate à doença. A matéria será enviada à sanção presidencial. A indenização se aplica também no caso de incapacidade permanente para o trabalho, conforme consta do Projeto de Lei 1826/20, dos deputados Reginaldo Lopes (PT-MG) e Fernanda Melchionna (Psol-RS).

Os deputados seguiram parecer favorável do deputado Mauro Nazif (PSB-RO) para as emendas. Uma delas inclui outras categoria entre os beneficiários dessa indenização, como fisioterapeutas, nutricionistas, assistentes sociais, profissionais que trabalham com testagem nos laboratórios de análises clínicas, trabalhadores dos necrotérios e coveiros, e todos aqueles cujas profissões sejam reconhecidas pelo Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS) e que atuam no Sistema Único de Assistência Social (Suas).

*Com Agência Câmara