“Câmara inventou nova forma de obstrução à Justiça”, diz Molon

  • Por Estadão Conteúdo
  • 02/08/2017 21h15 - Atualizado em 02/08/2017 21h27
Antônio Cruz / Agência BrasilPara Alessandro Molon, o resultado favorável a Temer vai provocar uma forte reação da sociedade brasileira

O deputado Alessandro Molon (Rede-RJ) afirmou nesta quarta-feira (2), que a Câmara inventou uma nova forma de obstrução à Justiça ao barrar o seguimento da denúncia apresentada contra o presidente Michel Temer.

“A Câmara inventou a obstrução parlamentar. E tudo isso pago com dinheiro público, que está faltando nas escolas, nos hospitais e na segurança pública. Quem está pagando a conta por essa vergonha que aconteceu hoje aqui na Câmara é a população brasileira”, disse.

Temer alcançou os 172 votos necessários por volta das 20h30min, após 159 deputados votarem contra o seguimento da denúncia, 12 ausências e 1 abstenção.

Segundo Molon, o resultado favorável a Temer vai provocar uma forte reação da sociedade brasileira e pode influenciar na votação de uma eventual segunda denúncia que deve ser apresentada contra o peemedebista pela Procuradoria-Geral da República.

“Essa pressão da sociedade tende a mudar votos na segunda denúncia. É nisso que a gente aposta para conseguir ter um resultado diferente”, disse.