Câmara deve retomar análise sobre reforma tributária nesta quarta, diz Maia

Segundo o presidente da Câmara, o tema é importante para recuperação da confiança no País

  • Por Jovem Pan
  • 14/07/2020 16h23 - Atualizado em 14/07/2020 16h25
Francisco Stuckert/Estadão ConteúdoRodrigo Maia é o atual presidente da Câmara dos Deputados

A Câmara deve retomar na quarta-feira (15) os debates sobre a reforma tributária. O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), aguardava a retomada da comissão mista, que reúne deputados e senadores, mas não foi possível, por isso, dará continuidade apenas na Câmara.

“Se pudermos retomar o debate com o Senado muito melhor, mas acredito que um novo IVA – Imposto Sobre o Valor Adicionado – nacional, simplificando os impostos sobre consumo, é muito importante, urgente e vai ser base importante da recuperação da confiança de nosso País. Então, vamos retomar esse debate”, disse ele.

Maia também voltou a ressaltar a importância do meio ambiente para o futuro do país e atração de investimentos que ajudam na retomada da economia. “Venho alertando sobre esse tema desde o ano passado”, disse. “O tema do meio ambiente é muito importante para o futuro do nosso País, o impacto nas mudanças climáticas, sabemos que a floresta Amazônica tem um peso muito grande nos resultados do País. Reafirmar os acordos que o Brasil assinou nos últimos anos é muito importante”, afirmou.

Em meio às maiores taxas de alerta de desmatamento da Amazônia dos últimos cinco anos, foi exonerada nesta segunda, a pesquisadora responsável pelo grupo que monitora oficialmente a devastação florestal no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Lubia Vinhas foi retirada do cargo de coordenadora-geral de Observação da Terra do Inpe, departamento responsável pelos sistemas Deter e Prodes, que acompanham o desmatamento da Amazônia. Ao ser questionado sobre essa exoneração, Maia falou da importância do tema e disse que o cuidado com o meio ambiente precisa ser sinalizado não só com palavras, mas com ações concretas. Ele disse ainda que é necessário o fortalecimento de agências ligadas ao meio ambiente.

Fundeb

A votação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) pela Câmara dos Deputados deve acontecer na próxima semana, segundo o presidente da Casa. “O governo pediu que nós construíssemos as condições para que o novo ministro pudesse participar do debate”, disse Maia. Segundo ele, a relatora da Proposta de Emenda à Constituição que trata do tema, deputada Dorinha Seabra (DEM-TO), está aguardando um convite ao novo ministro da Educação, Milton Ribeiro, para debater o tema.

*Com informações do Estadão Conteúdo