Reitor diz que novo ministro da Educação não tem doutorado em universidade argentina

Segundo Bolsonaro, Carlos Decotelli é doutor pela Universidade de Rosário; reitor disse que o ministro não concluiu o curso

  • Por Jovem Pan
  • 26/06/2020 15h40
Luis Fortes/MECCarlos Decotelli é o novo ministro da Educação

O reitor da Universidade de Rosário, na Argentina, Franco Bartolacci, desmentiu nesta sexta-feira (26) a informação de que Carlos Decotelli, o novo ministro da Educação do Brasil, obteve certificação de doutor na instituição.

Na postagem que anunciou Decotelli como novo chefe do MEC, nesta quinta (25), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o economista era doutor pela Universidade de Rosário.

Pelo Twitter, Bartolacci afirmou que a informação não era verídica. “Vemos a necessidade de esclarecer que Carlos Alberto Decotelli da Silva não obteve o título de doutor na Universidade de Rosário que é mencionado nesta comunicação”, escreveu, citando o anúncio de Bolsonaro.

Em entrevista à colunista da Folha de S.Paulo Mônica Bergamo, Bartolacci confirmou que Decotelli fez doutorado na universidade, mas não concluiu o curso.

Ex-presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Carlos Decotelli é o terceiro ministro da Educação no governo Bolsonaro. Ele chega à pasta após as passagens de Ricardo Vélez Rodríguez e Abraham Weintraub.