Cármen Lúcia vê tempos de intolerância e pede respeito às opiniões

  • Por Jovem Pan
  • 02/04/2018 17h07 - Atualizado em 02/04/2018 18h48
Antonio Cruz/Agência BrasilPresidente do STF, ministra Cármen Lúcia, afirma que a democracia é fruto de luta de muitos e que fora dela não há respeito ao direito nem esperança de justiça e ética

Às vésperas do julgamento do habeas-corpus do ex-presidente Lula, marcado para esta quarta-feira (4), a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, gravou um pronunciamento à TV Justiça.

No vídeo, a ministra afirma que “há que se respeitar opiniões diferentes. O sentimento de brasilidade deve sobrepor-se a ressentimentos ou interesses que não sejam aqueles do bem comum a todos os brasileiros”, disse Cármen Lúcia.

A presidente da Suprema Corte ainda ressalta que o fortalecimento da democracia brasileira depende da coesão cívica para a convivência tranquila de todos. De acordo com Cármen Lúcia, a democracia é fruto de luta de muitos e que fora dela não há respeito ao direito nem esperança de justiça e ética.

Confira o pronunciamento completo da presidente do STF: