Carvalhosa: Ninguém é mais capacitado que Moro para combater corrupção no governo

  • Por Jovem Pan
  • 02/11/2018 10h00
Estadão ConteúdoJurista e professor aposentado da USP afirmou que o Brasil "está cansado" do discurso do PT

O jurista Modesto Carvalhosa afirmou na manhã desta sexta-feira (2) que “ninguém é mais capacitado” para combater a corrupção e o crime organizado no Ministério da Justiça do que o juiz federal Sérgio Moro, que aceitou convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). Em entrevista ao Jornal da Manhã, ele também avaliou que “tudo é um risco” para o futuro da Operação Lava Jato.

“Essa nomeação é uma providência extraordinária, porque cria um critério de nomeação não política para o ministério que vai cuidar tanto da corrupção como do crime organizado”, disse o professor aposentado da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. “Ninguém é mais capaz para fazer isso do que o próprio Moro”, completou, indicando estar “entusiasmado”.

Para Carvalhosa, o destino operação que consagrou o juiz é incerto. “Pode ser que o indicado a substituto efetivo seja alguma pessoa não tão habilitada, [ou] interessada. Não deixa de haver risco de ser nomeado um juiz que não tem competência”, declarou. “Preocupado, não estou, no momento”. Até que a Justiça se posicione, Gabriela Hardt deve ficar no lugar de Moro.

‘Lula é bandido’

Sobre as críticas da oposição à indicação, Modesto Carvalhosa afirmou que o posicionamento do Partido dos Trabalhadores “já encheu a paciência de todo mundo”. Na quinta (1º), petistas pediram que a condenação do ex-presidente Lula seja anulada por atuação política do juiz. “A nação brasileira está cansada desse discurso do PT. O Lula é um bandido”, enfatizou.