Ceará: 215 suspeitos de ataques já foram presos, segundo governador

  • Por Jovem Pan
  • 09/01/2019 18h49
Jarbas Oliveira/Estadão ConteúdoCamilo Santana reuniu cúpula de segurança nesta quarta-feira

Forças de segurança já prenderam 215 pessoas em decorrência dos ataques de facções criminosas registrados em todo o Ceará, até a manhã desta quarta-feira (9). Os dados atualizados foram divulgados pelo governador Camilo Santana (PT).

Com uma semana de violência, já foram registrados 185 atentados até esta quarta (9). É a maior onda criminosa já registrada no território cearense. Força Nacional e Polícia Federal enviaram tropas para auxiliar no resgate da normalidade da região.

“Houve redução significativa das ações criminosas na capital e [no] interior, mas o trabalho dos nossos profissionais de segurança seguirá no mesmo ritmo para garantir a ordem e proteger a nossa população”, escreveu Santana, no Facebook.

O patrulhamento continua reforçado em locais estratégicos definidos pela Polícia Militar, como terminais de ônibus e ruas especialmente da região metropolitana de Fortaleza. Policiais também estão acompanhando a situação de dentro de coletivos.

Transferência de criminosos

“Até o dia de ontem, 21 líderes criminosos que estavam em nossos presídios já haviam sido transferidos para penitenciárias federais”, informou o governador. Eles foram transferidos para uma unidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Nesta manhã, novos atentados aconteceram no estado. Na cidade de Caucaia, criminosos atiraram coquetéis molotov – garrafas com líquido inflamável e pavio aceso – em um creche. A unidade escolar estava vazia e ninguém ficou ferido.

Tudo sobre a série de ataques

A série de ataques criminosos tem interferido na vida da população. Com boatos de toque de recolher, ruas estão mais vazias e até mesmo comerciantes têm baixado as portas de lojas. A Jovem Pan selecionou tudo o que você tem que saber sobre o assunto.

O trabalho das forças de segurança do Ceará e tropas federais já resultou na prisão de 215 pessoas até a manhã desta…

Publicado por Camilo Santana em Quarta-feira, 9 de janeiro de 2019